Mecatrônica

Coordenador: Prof. Dr. Evaldo Ferezin

Possui graduação em Engenharia de Controle e Automação - Mecatrônica pela Universidade Paulista (2000), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo (2006) e doutorado em Agronomia (Ciência do Solo) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2015). Trabalhou em várias empresas do setor sucroenergético atuando nas áreas de mecânica e automação. Atualmente é coordenador do curso de Tecnologia em Mecatrônica Industrial da Faculdade de Tecnologia de Sertãozinho e professor das Faculdades de Tecnologia de Sertãozinho e de Jaboticabal.

http://lattes.cnpq.br/5294022104571165


O que o aluno estuda?

A mecatrônica é a integração entre mecânica, eletrônica, automação industrial e informática para o controle de processos industriais. Cálculo, álgebra, estatística, física e mecânica aplicada são importantes para a compreensão das principais disciplinas do curso. O aluno vai aprender, por exemplo, sobre processos de fabricação mecânica, operação e programação de máquinas, além de robótica industrial, projetos auxiliados por computador (Autocad e Inventor), programação de CLP (controlador lógico programável) e microprocessadores.


O que o profissional faz?

Estuda, planeja, projeta, analisa a viabilidade técnico-econômica e especifica processos de manutenção na área industrial. Presta assistência técnica na área. Realiza testes e ensaios de avaliação e validação e divulga tecnologias na área de processos de manutenção industrial. Elabora orçamentos, padroniza, mensura, executa e fiscaliza os serviços tecnológicos na área. Coordena, orienta tecnicamente e supervisiona equipes de trabalho em sistemas elétricos e mecânicos, montagem, operação, reparo e/ou manutenção de processos industriais, agindo corretivamente, preventivamente e preditivamente. Vistoria, realiza perícia, avalia, emite laudo e parecer técnico em sua área de formação.


Onde trabalhar?

Indústrias dos setores metalúrgico, automotivo, mineração, fabricação de máquinas, alimentos, aparelhos e materiais elétricos e eletrônicos, saúde e segurança. O tecnólogo pode, ainda, abrir seu próprio negócio ou seguir carreira acadêmica.