Professor da Fatec-STZ participa de Projeto Científico em Challenge da Universidade Americana Jonhs Hopkins no tratamento do Covid-19
 
   O Prof. Dr. Alessandro Hakme, professor dos cursos de Mecânica e Manutenção Industrial da Fatec-STZ, é atualmente embaixador do Programa Business, Engineering and Surgical Technologies-B.E.S.T, no Brasil. O Curso de Inovação Tecnológica em Saúde (B.E.S.T) realizado em dezembro de 2019, no IRCAD América Latina em Barretos, teve como objetivo inspirar e capacitar alunos de todo o país a fortalecer a paixão pela inovação médica, combinando tecnologia, visão global e ensino orientados para a prática. O programa educacional foi criado pelo renomado Instituto IHU (Institut de Chirurgie Guidée par l’image) de Estrasburgo e IRCAD França, e, pela primeira vez em parceria com a Fundação Pio XII através do IRCAD América Latina/Barretos trouxe o Evento ao Brasil, e conectou diferentes públicos posicionando o Instituto e suas afiliadas como instituições de inovação cirúrgica e berço da próxima geração de liderança científica inovadora no País.

   No fim de março, os mentores do Programa B.E.S.T convidaram o Embaixador e Professor Hakme a participar do Challenge da Jonhs Hopkins University, realizado entre os dias 26 a 30 de março. O evento virtual reuniu mais de 1300 profissionais de diversas áreas a fim de desenvolver soluções para o enfrentamento da doença no mundo. A fim de minimizar a escassez de equipamentos que dão suporte respiratório para pacientes infectados com a COVID-19, o Professor fez parte  de um time da primeira edição do programa de inovação médica do IRCAD América Latina, que foi formado por profissionais do Brasil e da Holanda, e desenvolveram um sistema automatizado com uma válvula que amplia o uso de ventiladores respiratórios para até quatro pessoas.

   O Prof. Hakme que integrou o grupo juntamente com três brasileiros e dois holandeses vivenciaram uma intensa imersão sobre a doença e o tratamento, com cerca de 12 horas diárias de estudos.  Entre todos os participantes do desafio americano, foram propostas cerca de 200 soluções para contribuir com o tratamento da doença, tudo com a mentoria de experts da medicina e da indústria médica mundial. Durante o Challenge todos membros do grupo tiveram tarefas diárias específicas e ao final do dia participavam de lives com os mentores para direcionamento do projeto final. Hoje o projeto está em fase de captação de recursos para testes de prototipagem final e para futuros ensaios clínicos que auxiliarão na aprovação pela Anvisa, ao final do processo, o sistema será disponibilizado gratuitamente à hospitais, empresas ou instituições interessadas na utilização das válvulas para o tratamento.

   Um dos mentores de inovação do grupo foi Dennis McWilliams, fundador da SparkMed empresa referência mundial no desenvolvimento de soluções médicas e Apollo Endosurgery, empresa focada em dispositivos cirúrgicos e endoscópicos minimamente invasivos. Namratha Potharaj e Matthew Petney, pesquisadores da Jonhs Hopkins University também integraram o grupo de mentores no projeto científico.  Já entre os profissionais que integram o grupo estão: Alessandro Hakme, Beatriz Gandolfi, Emílio Belmonte, Gian Caselato, respectivamente do Brasil, e Marjn Hiep  e Friso Schoffelen da Holanda.

Autor:
Prof. PhD Alessandro Márcio Hakme da Silva
Docente Fatec Sertãozinho 

   O Prof. Alessandro Hakme é físico, mestre e doutor (com parte do doutorado no Canadá, na Faculdade de Medicina da University of Calgary) em bioengenharia pela EESC/USP São Carlos; Pós-Doutor pela EESC/USP São Carlos, com pesquisa realizada no laboratório de Imagens Médicas, do Centro de Engenharia Aplicado à Saúde da Escola de Engenharia de São Carlos.
Para maiores informações:
https://www.ircadamericalatina.com.br/barretos/noticias/alunos-do-b-e-s-t-criam-valvula-que-amplia-uso-de-ventiladores-respiratorios-para-ate-quatro-pessoas/
Professor Alessandro Márcio Hakme da Silva, M.Sc., PhD
Tel: +55(16) 992151554 / skype: alhakme / e-mail: alessandro.silva72@fatec.sp.gov.br