O problema global do Desenvolvimento Sustentável (DS): uma análise das práticas empresariais, governamentais e sociais da sustentabilidade
 

De acordo com a WWF Brasil (2021), o principal objetivo das práticas socioambientais é conscientizar as pessoas, empresas e governos que a reponsabilidade que cuidar do bem-estar social e ambiental é um compromisso sério que deve ser assumido por TODOS.

Todavia, o que se verifica na prática é uma silenciosa degradação do meio ambiente, concebida por Lemos (2001) como a destruição, deterioração ou desgastes gerados ao meio ambiente, por conta das ações humanas e pela falta de uma prévia avaliação dos efeitos da má utilização dos recursos naturais, vem se tornando objeto alarme no mundo inteiro (SIMÕES; GIRALDI; OLIVEIRA, 2012), principalmente, no tocante ao acúmulo de plásticos nos oceanos, que conforme relatado por Jambeck et al. (2015), tem se transformado em um dos maiores desafios no mundo.

Só o Brasil produz 11 milhões de toneladas de plástico por ano, sendo o quarto maior produtor mundial.

Diante desse alerta, a WWF Brasil (2021), acredita que se quisermos evitar isso, precisamos de uma resposta global organizada com foco centrado em quatro pontos fundamentais:

1. Redução das emissões globais de gases de efeito estufa Precisamos de cortes profundos nas emissões globais de gases do efeito estufa, com reduções consistentes e melhores do que as metas já assumidas no âmbito do Acordo de Paris.

2. Planejamento de conservação precisa considerar as mudanças climáticas.

3. É essencial haver pesquisas adicionais, tendo em vista que que este âmbito de estudo é relativamente novo. Precisamos que nossas políticas utilizem como base este conhecimento crescente que o corpo científico está construindo.

4. Consciência é a chave e claramente, as pessoas precisam conhecer e se importar. Todo mundo tem um papel na divulgação do problema e deve se envolver com ele.

Nesse contexto, o Ministério do Meio Ambiente por sua vez, deve estimular a conscientização socioambiental, por meio de campanhas educativas sobre consumo consciente e a importância da reciclagem, com palestras comunitárias realizadas mensalmente, a fim de adotar o uso sustentável dos recursos naturais. Espera-se, com isso, mudar o comportamento de substancial parcela da sociedade e combater os hábitos de desperdício estabelecidos desde a Revolução Industrial.

 

Referências

JAMBECK, J. R.; GEYER, R.; WILCOX, C.; SIEGLER, T. R.; PERRYMAN, M.; ANDRADY, A.; NARAYAN, R.; LAW, K. L. Plastic waste inputs from land into the ocean. Science, vol. 347, n. 6223, p. 768-771, Feb. 2015.

LEMOS, J.J.S. Níveis de Degradação no Nordeste Brasileiro. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v.32, n. 3, p. 406-429, 2001.

SIMÕES, R.; GIRALDI, J.; OLIVEIRA, S. Influência dos valores pessoais no comportamento «verde» do consumidor. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, p. 26-37, out/dez 2012.

WWF Brasil. O que é Desenvolvimento Sustentável? Disponível em: . Acesso em: 30 março, 2021.

_________. Vida selvagem em um mundo cada vez mais quente. Disponível em:. Acesso em: 31 março, 2021.


Autora:

Profª. Drª. Helenita R. da Silva Tamashiro

Professora e Pesquisadora na Fatec Sertãozinho